03/10/2017

676 - Dos dias sem cor


Que dias há que na alma me tem posto um não sei quê, que nasce não sei onde, vem não sei como, e dói não sei porquê. - Luiz Vaz de Camões