24/01/2013

258 - Sophia de Mello Breyner


Pudesse eu não ter laços nem limites
Ó vida de mil faces transbordantes
Para poder responder aos teus convites
Suspensos na surpresa dos instantes!

 Sophia de Mello Breyner Andreson


1 comentário:

  1. Pudéssemos...nem sempre podemos.
    Romper "a surpresa dos instantes"...também não.
    Quando um não quer... dois não chegam...

    ResponderEliminar

Os comentários são moderados e, tão breve quanto possível, serão publicados. Grata pela compreensão.