Outros caminhos da noname

Outros caminhos da noname

14/07/2013

336 - sementes


De dia chamam-me louca
porque semeio ao vento
a alegria da tua amizade
zombam de tal sentimento

Cai a noite e quando passam
já não zombam e acham belas
de dia semeio amor
à noite semeio estrelas

2 comentários:

  1. Foi por esta bela montagem poeticamente legendada que um dia me atraíste a atenção...
    Que tanto tempo passou!...
    Só muito mais tarde alguém me explicou a razão destas duas imagens que tão belamente se completam. E achei simples e bonito, como tudo que nasce naturalmente na sensibilidade de um artista poeta...
    Já não me lembro onde fica... mas sombra e realidade podem ser - e são - o reflexo de um outro e de cada um de nós.
    Beijo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se a memória não me falha o artista é Russo e a imagem alude aos camponeses e á vida no campo. Também a achei tão infinitamente simples e bela que a legendei assim.

      Eliminar