Outros caminhos da noname

Outros caminhos da noname

23/08/2013

341 - sophia de mello breyner


Que nenhuma estrela queime o teu perfil
Que nenhum deus se lembre do teu nome
Que nem o vento passe onde tu passas

Para ti criarei um dia puro
Livre como o vento e repetido
Como o florir das ondas ordenadas

sophia de mello breyner


1 comentário:

  1. Gosto muito de Sophia.
    Époética, melódica, profunda... Artista, em suma.

    ResponderEliminar