Outros caminhos da noname

Outros caminhos da noname

07/09/2015

509 - Chá de urtigas


Se a tua dor te aflige
faz dela um poema

Eça de Queirós


3 comentários:

  1. Tento fazê-lo sempre, mas há dias em que não é de todo possível. Nunca desisto de tentar no entanto. Beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Há dias em que, quer se queira, ou não, somos todos poetas e poetisas
      mas como dizes, não desistir é a palavra de ordem :)
      Boa noite GM

      Eliminar
  2. As maiores obras primas da humanidade nascem de uma profunda dor, o que não deixa de ser...
    ...estranho?!

    Não gostamos da dor e no entanto ficamos a contemplar a sua beleza quando a arte a transforma...

    :)

    ResponderEliminar