30/06/2016

586 - A alma em contraluz


em contraluz encontrou a sua alma volante translúcida filiforme e nela entrelaçada outra alma a alma dela dele a dele dela em cada fio dois os dois um.

Palavras de: http://xilre.blogspot.pt/


5 comentários:

  1. Belíssimo: as palavras entrelaçam-se na imagem; duas-uma.

    Obrigado, muito, nn.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que bom, ter conseguido, não embaciar a beleza das palavras.

      Por nada Xilre, é um gosto lê-lo :)

      Eliminar
  2. Lindo demais!!!!!!!!!
    Beijos moça-sem-nome!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Lindas são as palavras, tão lindas, que quis ficar com elas, mesmo que por empréstimo.

      Beijo PD :)

      Eliminar
  3. Lindas mesmo. Xilre é um poeta :) Non uma artista. Beijinho

    ResponderEliminar