07/11/2017

683 - Um mar uma gaivota



*****



As lembranças doutra luz.
Nem luz seria, apenas outro olhar

do poema "Que diremos ainda" de Eugénio de Andrade
 

10 comentários:

  1. Sendo outro olhar, não seria já outra luz?
    Cada olhar tem a sua luz própria, digo eu, mas tu é que sabes...:)

    Beijos de Luz, NN.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Baralhaste-me toda.
      :-))
      Beijocas tantas

      Eliminar
  2. Respostas
    1. Também eu. Se calhar fui peixe noutra vida, ou rocha, ou mexilhão, ou onda, sim uma onda.
      :-))

      Eliminar
  3. Estive aqui ontem. Deixei um comentário que não vejo. Que se terá passado?
    Gosto muito do som do mar.
    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, não o vi Elvira, mas ainda bem que voltou, este eu vi e ficou :-)

      Beijo

      Eliminar
  4. Bom dia.
    Como já tinha comentado este post deixo um abraço
    Boa quarta-feira.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bom dia
      Não lhe sei explicar porque veio parar de novo a este post, uma vez que o último foi feito no metamorphosis :-)
      De qualquer forma é sempre agradável revê-la
      Beijo

      Eliminar
  5. Bom dia

    E não serão os olhares puros movimentos de luz?
    .
    Deixo cumprimentos poéticos
    .-

    ResponderEliminar

Os comentários são moderados e, tão breve quanto possível, serão publicados. Grata pela compreensão.