12/03/2012

146 - Subtilezas


Não caiamos na armadilha da subtileza... Quando formos, sejamos inteiros
Lembremo-nos sempre de não subestimar a intuição que os outros têm
E se as luzes se acenderem, recusemo-nos a ser traças





3 comentários:

  1. Ser subtil pode ser uma arte...
    nem por isso se deixará de ser inteiro para quem consiga interpretar a subtileza de um sentimento com máscara de raciocínio...
    E talvez seja uma forma de defesa para algumas sensibilidades mais requintadas.As traças dão.se mais no escuro do que à luz do sol...

    ResponderEliminar
  2. Curiosamente e ultimamente ando a ser muito pouco subtil....Afinal se não digo o que me apetece agora, digo quando??? Com os pés para a frente???

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não...com eles bem assentes na terra,
      em sinal de força!

      Eliminar