20/04/2012

170 - Sentires


às vezes sinto-me tão longe, que o perto da minha existência, fica sem rosto de querer e a saudade é mero texto criativo


2 comentários:

  1. Hoje estou como tu às vezes...percebo que queres dizer, mas não me sai nenhum comentário....É como se estivesses a viver uma vida que não é a tua, apenas interpretas um drama e às vezes uma comédia......

    ResponderEliminar
  2. Essa sensação, quase sentimento, está presente, quanto mais não seja por revoadas, dentro de cada um de nós.Funciona assim como a consciência do nosso eu a cada momento...
    "Ficar sem rosto de querer", como tão poeticamente dizes, não é senão sentir a consciência do nada...
    Quanto a mim... o nada não existe a não ser por um artifício do pensamento.

    ResponderEliminar

Os comentários, são moderados e tão breve quanto possível, serão publicados. Grata pela compreensão.