25/04/2012

171 - Olhares




5 comentários:

  1. E "nestes dias" eles tiram a gravata, todos amigos, todos irmãos, lutando pelo bem comum de um povo, e juntam-se ao dito (povo)e falam-lhes do antes, e aclamam o agora A LIBERDADE (mas emigrem pás)

    ResponderEliminar
  2. Nem consigo comentar.....É por estas e outras que não festejo o 25 de Abril!

    ResponderEliminar
  3. Temos o dever de nos sentir trespassados com olhares com este em crianças sem vida, sem sorriso, sem alimento. Este 25 de Abril já nada me diz, apenas temo que o futuro deste país seja ainda pior. Bem hajas pala partilha.

    ResponderEliminar
  4. Olha, eu nem me apetece comentar...
    Cá por riba ventou e choveu a potes e eu gostei de ouvir o som da chuva, valha a verdade, depois dum inverno muito luminoso, mas demasiado seco.
    Mas dei comigo a pensar como até a natureza chorava pelo 25 de Abril...
    Será que aconteceu?...
    Há uns pascácios que dizem tê-lo feito...
    Eu cá não fui, que fui sempre pelo trabalho e contra a exploração e a ladroeira desenfreadas...

    ResponderEliminar
  5. excelente o Zeca!!!!....pena os vampiros reproduzirem-se tanto...é que antes eram poucos a comer e agora são muitos e comem mesmo tudo...

    quanto ao olhar da criança...eu escolhia para legenda "sem comentários"...pois ele há imagens que valem mais que todas as palavras que possamos escrever..

    Manuel

    ResponderEliminar

Os comentários, são moderados e tão breve quanto possível, serão publicados. Grata pela compreensão.