15/08/2012

188 - Dores


Há dores que só doem mais tarde


1 comentário:

  1. Pois há sim, minha querida.
    Mas talvez venham no momento certo, como forma de purificação espiritual, que não só física.
    Contudo, nem por isso as suportamos melhor, porque doem o dobro. Sobretudo quando atingem zonas que outrora nos causaram prazer, como, por exemplo, o não poder comer tudo o que gostamos.
    Porém temos de suportá-las e conviver com elas... e até com o prazer perdido da gula.
    A ciência está em não desanimar e procurar outras fontes de prazer numa perspectiva estóica, para dominar a dor, porque nos dominamos e isso é uma vitória.
    Talvez seja nesses momentos que somos verdadeiramente vencedores.

    ResponderEliminar