31/12/2012

250 - No ano em que o mundo ia acabar


Calendários e presságios, crentes, incrédulos, fanáticos, medos em vários registos
E... Eis que das cinzas do mundo que não acabou
mas que teimamos em matar
(re)nasce, num novo ano, a hipótese de (re)começar...
Que tal!!!...
Se o fizermos, com atitude, mais do que intenção
Feliz (re)começo para TI, para MIM, para NÒS






1 comentário:

  1. Gostei da tua imagem!
    Está fantástica!
    Nunca mates a boa intenção... e que a concretizes na melhor atitude!...
    É o que te desejo de melhor, porque tudo o resto surge por acréscimo!
    Um grande abraço que englobe todos os que te forem realmente queridos!
    Beijinho especial para Tu!

    ResponderEliminar

Os comentários são moderados e, tão breve quanto possível, serão publicados. Grata pela compreensão.