Outros caminhos da noname

Outros caminhos da noname

16/02/2013

273 - Mário Quintana



Se tu me amas, ama-me baixinho
Não o grites de cima dos telhados
Deixa em paz os passarinhos
Deixa em paz a mim!
Se me queres,
enfim,
tem de ser bem devagarinho, Amada,
que a vida é breve, e o amor mais breve ainda...

Mário Quintana


5 comentários:

  1. O Amor é paz, é desassossego, é leveza, é partilha.
    Também acho que não é breve.

    ResponderEliminar
  2. Eu cá sou mais.... aproveitar os momentos bons como se fossem os ultimos....just in case.....bjokinhas amiga....fim de semana cheio de cor para ti ;)

    ResponderEliminar
  3. Fizeste-me sorrir ao lembrar-me de uma reportagem da SIC sobre o Dia dos Namorados...
    Parafraseando alguém, Ás vezes "A vida é breve para tanto amor!"
    Filme ou romance enovelado?...
    Juro que não lembro!...

    ResponderEliminar
  4. Se tu me amas, ama-me baixinho.....Já conhecia e é das frases mais sentidas que conheço.Uma maravilha.O que é bom deve ser apenas murmurado, sem manifestações às vezes com tão pouco significado... Bom fim de semana, linda....Beijinhos

    ResponderEliminar
  5. AlwaysElis16/02/13, 20:50

    Cada um tem seu próprio jeito de amar.
    Quintana gostava do sossego silencioso e da paz que o amor trás.

    ResponderEliminar