02/12/2011

60 - O possivel do impossivel



Neste mundo impenetrável, neste mar sem marés
vagueio na neblina... 
Arrumo o crepúsculo, componho o pôr do sol
e pela manhã, 
mesmo quando o olhar não alcança
nasce o sol para me lembrar que estou viva
Não sei distinguir o possível do impossível
mas posso imaginá-los a ambos




1 comentário:

  1. Se vagueio na neblina sinto medo.
    Na realidade, já me aconteceu
    Tanto é o medo que sinto que sufoco!...
    Os pântanos apavoram-me depois do anoitecer.
    Encontrar a saída... é uma luta em contra-luz...

    ResponderEliminar