Outros caminhos da noname

Outros caminhos da noname

11/12/2011

86 - O tempo voa



O tempo nos aproxima
cada vez mais, nos reduz
a um só verso e uma rima
de mãos e olhos, na luz.

Não há tempo consumido
nem tempo a economizar.
O tempo é todo vestido
de amor e tempo de amar.

"Carlos Drummond de Andrade"






2 comentários:

  1. Muito bonito este poemazinho e respectiva imagem! Amar sim, mas devagar, e começar de dentro para fora--

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Amar deve ser sempre de dentro para fora.
      Porque assim... bem...nunca virará sacrifício.
      Gostaste?

      Eliminar